Fanfic Sonhando alto - Cap 4: Identidades trocadas

| |
 Olá meus pimpas ~ Como vocês estão? Eu estou muito bem, apesar de nada de novo estar acontecendo comigo atualmente. Nem esperem uma introdução muito boa, ou criativa pois nada de criativo está acontecendo, então.. Eu estou usando esse icon da Gomez (Créditos  ) Adivinhem porquê? Ela é a protagonista da fanfic, vocês imaginavam? Acho que não, né. Quero envolver vocês mais na fic, então eu estarei a usar gifs para representar alguns momentos em alguns capitulos futuros! O capitulo está bem legalzinho, e eu espero que gostem :3 leia a postagem inteira, please ~

Pegamos um táxi, mas sem saber para onde ir , Charlie disse para o motorista :
- Nos leve no hotel 5 estrelas mais próximo.
Eu e Sophia ficamos nos olhando, e pensamos "Ah, tudo bem." Mesmo aquilo sendo uma loucura.

Quando chegamos naquele hotel, maravilhoso, fomos até a recepcionista e ficamos com a suíte mais barata, que seria 100 doláres canadenses por noite, um absurdo.

Fui direto ao banheiro, estava encharcada. Estava chovendo em Julho? Fala sério.

* Núcleo - Sophia

Fui na pia lavar minhas mãos, o hotel era tão chique, que as toalhas eram de seda e as torneiras pareciam banhadas á ouro.

De repente, entrou uma garota igualzinha a Samantha, naquele instante eu e a tonta da Charlie nos olhamos, era obvio que estávamos pensando na mesma coisa.

A garota aparentemente era rica, com um celular na mão, falando ao telefone, vestida com marcas de grife. Fala sério, ela com certeza era famosa.

Depois de algum tempo, ela saiu do banheiro. Acho que ela percebeu que nós estávamos encarando ela, como duas malucas. A Charlie nem disfarçou, olhou dentro dos olhos da menina. Até eu fiquei com medo.

* Núcleo Samantha

Eu estava saindo do banheiro, quando avistei uma pilha de revistas. Fui em direção á Charlie e Sophia. E falei :

- Acreditam que tem revista no banheiro?

Elas me olharam com uma cara muito estranha. Começaram a me ajeitar, e logo percebi que havia algo errado.

- O que vocês estão fazendo?
- Acabamos de ver uma moça aparentemente rica, que é a sua cara. Disse Charlie.

Eu pensei que se ela era rica, e também igual a mim, eu poderia tirar algum proveito disse. Qual é? Aqui é o Canadá.

Avistamos a riquinha saindo do hotel, e entrando em uma limousine.
As garotas me vestiram com umas roupas bem chiques que eu tinha, e tive que admitir que estava me sentindo meia fresca com aquela roupa.

As garotas mandaram eu imitar o jeito que ela andava e sua fala.

- Você deve falar assim. Disse a Charlie, imitando a minha gêmea perdida (WTF?)


Comecei a andar e falar do jeito da garota, e quando desci no salão, dei de cara com o gerente, que achava que eu era Emma, aquela socialite riquinha do Canadá.

- Mademoiselle Emma, posso ajudar em algumas coisa?
- Não, eu tô de boas.
Sabia que não havia falado como Emma, então tentei de novo:
- Caham" Não há nada que possa me ajudar.

O agente de Emma se aproximava, e estava mandando eu e as meninas entrarmos no carro.

- Para onde nós vamos? - Eu falava na mesma voz da megera, que era fina e com um sotaque estranho, sei lá.
- Para o aeroporto. - Disse "meu" agente.
- Eu vou a pé até o aeroporto.

E no mesmo instante que disse isso, Charlie jogou eu e a Sophia dentro do carro, e fomos em direção ao aeroporto.

Esperem : Eu estava em um carro que ia para o aeroporto, passando-me por uma socialite, indo para Paris? No que eu havia me metido?

- Relaxem garotas, tudo vai ficar bem. - Disse a Charlie em um tom muito despreocupado.

Havia um tipo de vidro entre o banco de trás e o da frente, então eu disse :

- O que você está falando? Vamos para Paris, no lugar de uma socialite!

Sophia também estava preocupada, pois sabia a gravidade do problema.

Quando entramos no jatinho particular da socialite, em direção a Paris, fiquei pensando, quase não aproveitei minha viagem, só fiquei sendo jogada pra lá e pra cá.

Enfim, chegamos em Paris. Nós fomos recebidas com o gerente do Hotel falando em francês, e é claro que ficamos "boiando"

- Bienvenue relief à l'Hôtel. J'espère que vous apprécierez. - Comment allez-vous, maquerelles?

Charlie,  dizia que sabia falar com franceses, e começou a falar a nossa língua ao pé da letra :

- O-l-á! Co-mo vo-cês es-tão?

Sophia e eu estávamos ficando preocupadas com Charlie, afinal ela estava espantando-os. Sophia á empurrou para trás e começou a falar francês :

- Bonjour, messieurs. Moi et mes amis besoin de rester dans une belle chambre. Peuvent-ils nous aider? - Disse Sophia. Droga, ela sabia falar francês, esqueci que ela fez intercambio na França.

- Bien sûr. Suivez-nous. Disse o gerente do hotel.
- Aquirr é o salón prrrrrincipal, vou levá-las ao quarrrto de vocês (O gerente realmente estava tentando falar nosso idioma, mas o sotaque era dominante, era até engraçado.)

Quando entramos no nosso quarto, vímos que a socialite tinha tudo na mão, A coisa mais linda.
É claro que eu achava aquilo uma loucura, fui dar uma bronca na Charlie, que nos meteu nessa encrenca e estava á comer um chocolatinhos que os franceses deixaram na mesa de centro.

- Viu só Charlie? Olha no que você nos meteu. O que faremos? Falei desesperada.
- Garotas, garotas.. Vamos aproveitar o que esse mundo tem a nos dar. A socialite nem mesmo está aqui!

- ISSO É ENCRENCA! - Dissemos eu e a Sophia, ao mesmo tempo. Uma mera coincidência.
- Sabe qual é o problema? Vocês são idênticas.
- NÃO SOMOS NADA PARECIDAS! - Cara, isso era a vida pregando uma peça em mim e na Sophia? Estávamos falando na mesma hora!

Era próximo do entardecer, o filho do gerente disse para nós que tínhamos uma festa de "boas-vindas" no hotel aquela noite, então tivemos que nos arrumar o quanto antes.

Pegamos umas roupas da Emma e nos vestimos. É estranho as roupas dela ficarem folgadas nos lugares mais aparentes? Acho que não.

- O que é isso, Sam? As roupas ficaram folgadas no busto e na "parte traseira".
- Pois é. Acho que a Emma devia ter mais comissão traseira que eu. E frontal também. - Disse eu.

Eu e elas já havíamos nos vestido. Sabíamos que faltava alguma coisa, já que agora sou uma socialite, precisava de umas jóias, certo?

Nós vimos várias malas empilhadas, e lá no topo, uma maleta. É claro que pegamos a maleta, e quando abrimos ; Uma grande joia de rubis com diamantes.

8 comentários

  1. Eu estou bem u.u , espero que comecem a acontecer coisas novas ( e legais , claro ) na sua vida então , moça c:
    a quanto tempo eu nao lia uma fic , god ^u^ adorei essa sua 'u' obrigada por postar *uu*

    de volta ! g-girlie.net (´◠ω◠`)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que os deuses da novidade de ouçam :v -q
      Que bom que gostou >3<

      ooooooba ♥ voltou c:

      Excluir
  2. Gente como assim Paris?? Só falta elas acharem a Julie no colégio 030 amei esse capítulo estou acompanhando feito louca essa história. Kissus

    Candygirljujuba.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Sim.. Paris, eu amo essa cidade ♡ Não deixa de ser uma possibilidade, não é? OwO
    Beijos >3<

    ResponderExcluir
  4. Tô amando! Continua!
    Je veux voir la peine ces filles vont arriver! Je vais mourir de rire!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que está gostando >3<
      Confusion? C'est avec eux-mêmes, hahaha!

      Excluir

• Não comente apenas um link para divulgação, comente algo sobre o post.
• Pode utilizar palavrão desde que não ofenda ninguém.
• Aceito afiliação e tags, menos selinhos.